Como diminuir a retenção de líquidos com 4 dicas!

Photo of author
Written By Produção 02

Muitas vezes você pode sentir um leve inchaço no seu corpo que a poucos dias não estava sentindo, com aquela sensação de “cheio/cheia”. Isso pode ser a retenção de líquidos. Ela causa inchaço nas pernas, nas mãos, nos tornozelos e nos pés. Muito provavelmente, esse excesso de peso que aparece na hora de você se pesar, são os líquidos que estão aí, armazenados no seu corpo.

Ficar sentado ou deitado por longas horas, pode ser um causador relevante na retenção de líquidos. Pessoas sedentárias, acamadas ou que passam muito tempo sentadas, por exemplo, no  escritório ou em uma longa viajem de avião, são mais propensas a reter líquidos no corpo.

Além disso, outras situações podem causa a retenção de líquido, como, por exemplo, mulheres grávidas ou que estão passando pelo período menstrual.

Diminuir o inchaço da retenção de líquidos – Fonte: Google

Como diminuir a retenção de líquidos?

Preparamos algumas dicas que vão te ajudar a resolver esse inchaço leve, causado pela retenção de líquidos. Lembrando que se o inchaço for mais acentuado, e outros sintomas estiverem atrelados, é sempre bom procurar um especialista para te ajudar a resolver o problema.

1) Diminua a quantidade de sódio

Essa é uma dica simples, mas que pode fazer muita diferença. O sódio, presente no sal de cozinha e nos alimentos processados ou em conversa, geralmente pode causar a retenção de líquidos (geralmente, pois nem em todas as pessoas a alta ingestão de sódio tem o mesmo efeito). As moléculas de sódio se ligam aos líquidos e ficam armazenados tanto dentro, quanto fora da célula. Daí vem a sensação de muita sede quando se consome muito “sal”; quanto mais sódio no seu corpo, mais líquido ele vai precisar, e mais inchado ele ficará.

2) Coma alimentos ricos em potássio e magnésio

Os minerais Potássio (K) e Magnésio (Mg), são essenciais para muitos processos no funcionamento do nosso organismo. Além disso, são essenciais para diminuir a retenção de líquido.

O magnésio, presente em nozes, chocolate 70% ou mais de cacau, grãos integrais e vegetais verdes escuros, é responsável por diminuir a retenção de líquido, sobretudo para mulheres com os sintomas menstruais, como a TPM.

O potássio, que pode ser obtido através da ingestão de abacate, banana, tomate, batata doce, água de coco, feijão pretos, entre outros, contribui para a diminuição do sódio no corpo (por exemplo, mas “bombas de sódio e potássio” usadas nos processos sinápticos) e no aumento da produção de urina. Isso contribui para uma retenção de líquidos no corpo.

3) Consuma diuréticos naturais

No consumo de diuréticos naturais, é comum destacamos os chás, mas alguns sucos também funcionam como grande agente para desinchar.

Qualquer chá, tem uma função relativamente considerável como diurético, porém, certos chás tem um potencial mais para isso. Um dos chás diuréticos mais comum e de fácil acesso o de salsinha, cientificamente, foi comprovado que ele estimula o aumento da produção de urina e ajuda a diminuir a retenção de líquido. Ele é rico em potássio, que age nos rins e provoca o aumento de urina. É importante, porém, tomar cuidados ao se ingerir chás com potenciais diuréticos altos, não estendem o uso deles por mais de 7 dias e sem a supervisão de um profissional, pois o consumo em excesso e sem controle pode alterar o seu metabolismo.

Confira as receitas dos dois chás mencionados:

Chá de salsinha

  • 1 ramo de salsinha com talos
  • 250 ml de água quente

Modo de preparo: Após lavar e cortar as salsichas, misture com a água quente e deixe descansar por alguns minutos (geralmente cinco minutos). Se você preferir, pode adicionar ¼ de limão ao chá. Tome ao chá ao longo do dia, entre dois a três copos no total por dia.

Chá de dente-de-leão

  • 15g de raízes e folhas de dente-de-leão
  • 250ml de água quente

Modo de preparo: Misture as raízes e folhas do dente-de-leão com a água quente e deixe descansar entre 5 a 10 minutos. Consuma o chá ao longo do dia.

É importante lembrar que o consumo desses chás devem ser evitados por grávidas, pessoas que estejam fazendo tratamento com anticoagulantes ou problemas no trato urinário. Além disso, não é aconselhável tomar dois tipos de diuréticos naturais em simultâneo.

4) Diminua o consumo de carboidratos refinados

Os carboidratos refinados são também chamados açúcares simples e podem ser encontrados nos alimentos processados e industrializados. O que os torna um agente de retenção de líquidos é o fato de possuírem muito sódio, o que faz com que os líquidos permaneçam no corpo sem serem expelidos pela urina ou suor. Além disso, oferecem uma sensação de saciedade menor que os carboidratos complexos, o que faz a pessoa comer mais e consequentemente, ganhar peso. Esses carboidratos são encontrados em uma infinidade de alimentos, como:

  • Biscoitos, torradas e Waffles.
  • Mostarda com mel.
  • Ketchup.
  • Sobremesas que utilizam açúcar.
  • Empanados.
  • Cuscuz.
  • Salgadinhos de milho.
  • Todos os tipos de massas. (Pães, em sua maioria, bolos, panquecas, tortas, pizzas)
  • Refrigerantes adoçados.
  • Pudins e cremes.
  • Iogurtes e outros produtos lácteos adocicados, além de sorvetes
  • Vinhos doces.
  • Leite condensado.
  • Geleias.

É recomendável que o consumo desses tipos de alimentos sejam diminuídos e substituídos por produtos com carboidratos complexos, presentes nos vegetais e leguminosas e nas versões integrais dos alimentos (arroz, macarrão, entre outros).

Gostou das dicas? Então comente aqui!